Cenário Macroeconômico, Startups, Y Combinator e os próximos anos

 / 24.05.2022

Temos passado por bastante turbulência no cenário macroeconômico. Inflação em diversos países, juros altos, guerra etc. Entre 2010 e o ano passado, tivemos anos de ouro para startups e negócios levantando dinheiro. Com taxas de juros em mínimas históricas – em alguns países, até negativas – a liquidez parecia infinita e alguns negócios chegaram a 3 rounds de investimento no mesmo ano, com captações acima de 100 milhões de dólares.

Este cenário, é claro, não iria durar para sempre. Boa parte dos grandes fundos já começaram a dizer que levantar dinheiro não será tão fácil e que números melhores e mais saudáveis serão necessários. Empresas como Uber e Netflix já congelaram novas contratações e outras empresas já cortaram 5 a 20% de seu quadro de funcionários.

Há alguns dias, a Y Combinator, uma das aceleradoras de startups mais renomadas do mundo, por onde já passaram empresas como Stripe, Airbnb, Brex, e outras, enviou uma carta aos fundadores de sua rede. Não irei aqui simplesmente transcrever todos os pontos trazidos pela Y Combinator, mas vale a pena comentar algumas das recomendações.

Ninguém pode prever o quão ruim a economia vai ficar, mas as coisas não parecem boas.

Ninguém sabe até quando a guerra entre Ucrânia e Rússia irá durar. Ninguém consegue prever com exatidão os próximos passos do Banco Central norte-americano. Não podemos prever quem irá vencer – e o que irá fazer – a eleição presidencial do Brasil neste ano. Existe tanta incerteza que é melhor se preparar para o pior.

Independentemente de sua capacidade de captação de recursos, é sua responsabilidade garantir que sua empresa sobreviva se você não puder arrecadar dinheiro pelos próximos 24 meses.

Caixa é rei e é sua responsabilidade trazer ou manter recursos para que sua empresa sobreviva aos períodos de dificuldade que podem vir.

Se o seu plano é levantar dinheiro nos próximos 6-12 meses, você pode estar levantando no pico da recessão. Lembre-se de que suas chances de sucesso são extremamente baixas, mesmo que sua empresa esteja indo bem. Recomendamos que você altere seu plano.

As coisas podem ficar bem feias nos próximos anos e toda aquela liquidez que vimos na última década pode desaparecer. Levantar dinheiro ficará muito, muito mais difícil, até mesmo para empresas muito boas. Quanto pior o cenário, mais “caro” será para o empreendedor conseguir capital. Aperte os cintos e faça o possível para esperar o cenário melhorar.

Contudo, apesar de todo o cenário negativo, a Y Combinator traz uma recomendação interessante, com a qual concordo completamente.

Lembre-se de que muitos de seus concorrentes não irão fazer um bom planejamento, manterão alta queima de caixa e só descobrirão que estão ferrados quando tentarem levantar a próxima rodada. Muitas vezes, você pode ganhar uma participação de mercado significativa em uma crise econômica apenas permanecendo vivo.

Crises trazem muitos desafios, mas também muitas oportunidades.

Empresas gigantescas nasceram em momentos ruins de mercado, pois foram capazes de sobreviver por tempo suficiente até que os bons ventos começassem novamente. Empresas prósperas de verdade compreendem os ciclos econômicos e estão aí, nos bons tempos ou nos períodos de vacas magras.

Prepare-se para o que está por vir e mantenha a cabeça aberta para aproveitar as oportunidades.

Não tenha dúvida: quem conseguir atravessar a turbulência – que possivelmente só está começando – estará entre os grandes vencedores do jogo de longo prazo.

Ver Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Allan Costa
(41) 99878-5055
contato@allancosta.com

Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0