As 4 Gerações de Clientes e seu Relacionamento com Marcas

 / 27.04.2022

Pela primeira vez na história, 4 gerações diferentes estão no mercado de trabalho simultaneamente. Isso é fascinante e, ao mesmo tempo, pode trazer grandes desafios para os negócios. Como criar produtos, comunicações e marcas que podem ser relevantes para tantas gerações diferentes?

Não sou fã de colocar as coisas em caixinhas, mas trazer os principais tópicos de como cada geração se relaciona com marcas pode ajudar gestores em suas decisões de produto e marketing.

Baby Boomers

Nascidos entre 1946 a 1964, são em geral muito mais conservadores na relação com as marcas, mantendo longos relacionamentos com produtos específicos. Esta geração está vivendo e consumindo cada vez mais. Boa parte tem dificuldades em utilizar novas tecnologias.

Geração X

Nascidos entre 1965 e 1980, a Geração X testemunhou avanços significativos da tecnologia, o que fez deles profissionais mais adaptáveis. Esta geração viu a ascensão e queda do aluguel de DVDs e a transição dos DVDs para o streaming. Muitos profissionais muitas vezes acabam ignorando esta geração, mas ela é uma das gerações mais poderosas em termos de número e ganhos no mercado de trabalho.

Geração Y

Nascidos entre 1981 e 1996, a Geração Y tem sido a geração mais discutida nas últimas décadas. Também chamados de Millennials, são, em média, mais instruídos e possuem mais diversidade cultural do que as gerações anteriores.

Esta é a primeira geração a ser fortemente identificada com o uso de mídias sociais. Ao contrário da Geração X, que começou a usar a Internet para fins profissionais no local de trabalho, a Geração Y conheceu a Internet muito mais cedo e para entretenimento

Eles são bastante expressivos nas mídias sociais e frequentemente se comparam aos outros. São fortemente influenciados pelo que os outros dizem e compram, inclusive, levando em conta mais as recomendações de amigos e familiares do que marcas estabelecidas, como os Baby Boomers.

De forma geral, não são tão consumistas quanto as gerações anteriores, dando bastante valor a experiências, buscando um maior equilíbrio entre vidas profissional e pessoal.

Geração Z

Nascidos entre 1997 e 2009, as pessoas da Geração Z observaram as dificuldades financeiras de seus pais e irmãos mais velhos e, como resultado, são mais conscientes financeiramente do que a geração Y. São mais econômicos e consideram a segurança econômica um aspecto crítico em suas escolhas profissionais.

São nativos digitais, pois já nasceram quando a internet estava em um nível de adoção das massas. Estão constantemente conectados à Internet por meio de seus dispositivos digitais para fins de educação, notícias, comércio e redes sociais.

Gostam de documentar sua vida nas mídias sociais, mas são muito mais realistas em comparação com a Geração Y, que é mais idealista. Dão muito mais valor a marcas e personalidades que fazem questão de mostrar vulnerabilidades. Buscam também experiências e produtos muito mais personalizados, ao contrário dos produtos de massa de muitas gerações anteriores.

Existe ainda a Geração Alpha, composta pelas pessoas que nasceram a partir de 2010. Contudo, como nosso foco aqui é falar de relacionamento com marcas, preferi deixá-la de lado.

Saber o que cada geração espera das marcas é fundamental para criar experiências e produtos específicos para cada uma delas. As empresas e profissionais de marketing que estão conseguindo alavancar vendas e resultados, são aqueles que desenvolveram um profundo entendimento sobre os anseios e necessidades de cada uma dessas gerações. Aí está um dos segredos do sucesso de qualquer empresa em tempos de mídias e marketing digital.

Ver Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Allan Costa
(41) 99878-5055
contato@allancosta.com

Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0