5 características de times inovadores

 / 05.04.2022

A inovação é um processo contínuo e estar sempre elevando a barra em cada um desses tópicos é fundamental para não cairmos na zona de conforto e, como consequência, pararmos de inovar.

Reconhecer princípios é uma ótima forma de aprendizado. Reconhecer padrões nos ajuda a diminuir o número de variáveis envolvidas, o que é essencial para um processo mais racional de tomada de decisão.

Quando falamos de inovação, já defendi por diversas vezes o ponto de que não existem fórmulas. E continuo acreditando fielmente nisso. Inovação é um processo complexo. Mas nem por isso, não quer dizer que não possamos reconhecer padrões.

Ao longo dos últimos anos, dediquei boa parte da minha vida profissional a conversar com empresas dos mais diversos setores e tamanhos. Com o passar do tempo, passei a notar algo interessante. As empresas mais inovadoras com as quais eu mantinha contato eram aquelas que, obviamente, tinham os times mais inovadores e, esses mesmos times tinham um padrão de cinco características que se repetia, independente da indústria ou tamanho da companhia.

1. Observação

Times inovadores são capazes de perceber como potenciais clientes reagem a novos processos ou produtos, em um ciclo importante de testes e feedback constante.

2. Experimentação

A observação está diretamente ligada à experimentação, e times inovadores são capazes de testar rapidamente novas ideias e, a partir dos resultados, aprender de forma rápida.

3. Associação

Times inovadores devem ser capazes de associar diferentes ideias. Muitas soluções inovadoras nascem da junção de processos e funcionalidades originalmente de indústrias bastante diferentes.

4. Questionamento

Não existe inovação sem questionamento. A partir do momento em que paramos de questionar, perdemos a capacidade de inovar.

5. Networking

Muitas vezes, a inovação vem de fora do nosso silo. Por isso, times inovadores estão sempre trocando ideias com profissionais de diferentes áreas e, é claro, de empresas dos mais diferentes setores.

Agora, com esses 5 padrões nas mãos, encare suas equipes e comece a se perguntar se os seus times possuem essas 5 características.

É claro que, na maioria dos casos, haverá um desequilíbrio entre elas. Um time pode ser muito bom em questionar, mas fazer pouco networking.

A inovação é um processo contínuo e estar sempre elevando a barra em cada um desses tópicos é fundamental para não cairmos na zona de conforto e, como consequência, pararmos de inovar.

Ver Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Allan Costa
(41) 99878-5055
contato@allancosta.com

Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0