5 dicas para ter reuniões 1:1 mais produtivas

 / 03.05.2022

Reuniões 1:1 (expressão que vem do inglês “one-on-one”) são um poderoso artifício para manter equipes alinhadas e motivadas. Esse tipo de reunião envolve um gestor e o seu colaborador direto em 30 minutos ou 1 hora de conversa de feedback, onde eles expõem como estão se sentindo diante dos desafios da companhia e se precisam de alguma ajuda para prosseguir com as tarefas que precisam entregar.

Quando conduzidas adequadamente, reuniões 1:1 podem beneficiar a todos. Separei, então, 5 dicas para melhorá-las:

1) Transforme as reuniões 1:1 em algo periódico.

Esse tipo de reunião não deve ser pontual. Agende reuniões com seus liderados de forma regular, preferencialmente pelo menos de forma mensal.

2) Estabeleça um cronograma.

Deixe seus liderados saberem o que você vai falar com antecedência para aliviar a preocupação deles e garantir que todos cheguem preparados para a reunião.

3) Comece fazendo um check-in geral.

Antes de começar a falar de trabalho, metas e prazos, comece com algo genérico ou pessoal. Isso ajuda a aliviar a tensão e a criar proximidade entre líder e liderado.

4) Peça feedback sobre metas e objetivos.

Discutir metas e objetivos é uma das principais razões para se ter um 1:1. Mas além de simplesmente discuti-los, é importante saber como o liderado se sente em relação a eles.

5) Elogie e reconheça realizações.

É importante também reservar um tempo para reconhecer as realizações do liderado, ajudando na sua motivação.

O tipo de pergunta que você faz em uma reunião 1:1 também é fundamental. Aqui estão algumas das minhas preferidas:

  1. O que você gostou de fazer no seu trabalho esta semana/mês e o que você não gostou? Por quê?
  2. O que posso fazer para te ajudar a bater as suas metas?
  3. Quais processos da empresa você mudaria?
  4. Qual problema você e outros liderados podem estar passando ou percebendo e que a liderança simplesmente não está vendo?

A frequência das reuniões individuais é determinada pela quantidade de tempo disponível, a experiência dos membros de sua equipe e o tamanho de suas equipes.

Na minha experiência 1:1s devem ser pelo menos mensais, para que o ritmo de engajamento do liderado e alinhamento da equipe não se percam. Mas a depender da velocidade exigida de determinados projetos, essa frequência pode ser quinzenal ou até semanal.

No final do dia, a dinâmica acaba sendo ditada pela necessidade de acompanhar o desdobramento das ações com maior ou menor frequência. O importante é que essas reuniões sejam incorporadas na rotina de líderes e liderados para que elas se tornem efetivas.

Ver Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Allan Costa
(41) 99878-5055
contato@allancosta.com