Sorte pode definir o sucesso na carreira e há como aumentar as chances de encontrá-la

 / 06.10.2020

Podemos não admitir, mas situações de sorte estão sempre presentes em histórias sobre grandes conquistas. E já que ela pesa nos resultados, como, então, aumentar as chances de nos encontrarmos com ela?

Eu sou a última pessoa que você verá atribuindo, de forma simplista, o sucesso de alguém ou de alguma companhia à sorte. Mas ela é, sim, uma das variáveis em histórias consideradas de sucesso. O que nem todo mundo compreende é que sorte nos negócios e na vida nem sempre é algo que acontece, mas, sim, algo que nós podemos ajudar a criar.

Ao dizer que uma pessoa ou uma empresa tiveram sorte, muitas vezes queremos tirar da equação todos os outros elementos, como preparação, experiência, investimento.

Em outras, simplesmente ignoramos que a sorte existe e criamos narrativas detalhadas a respeito do desenvolvimento de carreiras e empresas, como se tudo fosse previsível e linear.

O que proponho aqui é uma visão equilibrada.

Podemos não admitir, mas situações de sorte estão sempre presentes em histórias sobre grandes conquistas. E já que ela pesa nos resultados, como, então, aumentar as chances de nos encontrarmos com ela?

A sorte não é mágica, mas racional.

Pessoas sortudas escolhem trabalhar com todas as probabilidades que a vida lhes apresenta. Isso quer dizer que são seus padrões de comportamento que criam a sua sorte. As ações e reações que você tem em relação aos eventos e às pessoas com quem você interage durante a vida.

Quem tem sorte costuma maximizar oportunidades.

Como? Percebendo quando elas se apresentam e agindo. Também tem o hábito de ouvir palpites e esperar a situação certa surgir, sem ansiedade. E se mostra resistente, por acreditar que quanto mais determinação se tem para fazer algo funcionar, mais perto está de se conseguir.

Ao olharmos para o sucesso de empresas, como Google ou Amazon, costumamos traçar uma linha reta, como se todas as decisões tomadas internamente tivessem sido as mais racionais e planejadas quanto possível. Mas, na realidade, o tamanho da amostragem importa em uma trajetória de sucesso. O que significa que testar inúmeras hipóteses aumenta as chances de sorte nas tentativas feitas nos negócios, nas carreiras e nas iniciativas de inovação.

Outro ponto importante é ampliar o terreno de possibilidades, falando com o máximo de pessoas possível, lendo a respeito de novos assuntos e explorando caminhos não comprovados.

Lembre-se da clássica frase: “Sorte ocorre quando a oportunidade se encontra com a preparação”.

É impossível determinar o instante de a sorte aparecer, mas ela se torna mais favorável para quem corteja o acaso.

Pode ser em um café. Pode ser a partir de uma mensagem no LinkedIn.

O importante é estar sempre com os olhos abertos e pronto para o que o mundo tem a oferecer.

Ver Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Allan Costa
(41) 99878-5055
contato@allancosta.com