O Problema da Linearidade

 / 14.04.2020

Seguindo minhas reflexões sobre a crise global causada pela pandemia do novo Coronavírus, gostaria de focar hoje naquilo que chamo de “problema da linearidade”.

É bem comum tratarmos diversos aspectos de nossas vidas de forma extremamente linear ou causal. Nos achamos super capazes de entender todas as variáveis dos acontecimentos ao nosso redor.

O exemplo do novo Coronavírus é ótimo para ilustrar esse ponto. Você com certeza já viu por aí alguém comparando a pandemia do novo Coronavírus com acidentes de carro, ou então com outras doenças, alegando que esses outros fenômenos possuem uma taxa de mortalidade muito maior. Esse é o problema em se ter uma visão linear. Alguém que compara a pandemia do novo Coronavírus com uma doença como a dengue, por exemplo, mostra que não entende como curvas exponenciais se comportam.

Existe um problema de linearidade também quando algumas pessoas transformam a crise gerada pela pandemia da Covid-19 em uma espécie de batalha entre salvar vidas ou salvar empregos, como se pudéssemos simplesmente isolar essas variáveis.

O mundo é milhões de vezes mais complexo do que conseguimos enxergar e do que queremos admitir.

As disputas (sem nenhum sentido) entre as pessoas que querem salvar a economia e aquelas que querem salvar as pessoas só mostra a nossa incapacidade em pensar sistemicamente. Mostra o quanto falhamos em desenvolver uma visão do todo. Não existe economia sem pessoas e não existe uma sociedade boa para todos sem uma economia forte.

Esse é um problema geral. Muitas vezes, nos comportamos da mesma forma em outras áreas de nossa vida, como na política, nos negócios e em nossas carreiras. Talvez seja algo que tenha a ver com nossa própria biologia e evolução. Nossos ancestrais não podiam pensar demais se uma mancha grande no meio da savana era ou não um leão, do contrário, acabariam devorados.

A questão é: problemas complexos não podem ser tratados com linearidade. Tentar encontrar uma resposta única ou uma resposta fácil para um problema extremamente complexo pode trazer consequências terríveis.

Devemos fazer de tudo para que a Covid-19 não se espalhe ainda mais? Com certeza.

Devemos, ao mesmo tempo, fazer de tudo para que as pessoas mais afetadas pelo isolamento social tenham condições de sustentar seus lares? É claro.

Vivemos em um mundo onde não existem respostas fáceis. Desconfie daqueles que falam com toda certeza sobre situações complexas. É bem provável que eles não saibam do que estão falando. Ou que simplesmente não consigam enxergar todas as variáveis envolvidas. Nós raramente conseguimos fazer isso.

Achar que existe uma resposta certa para um problema tão complexo como aqueles trazidos pelo novo Coronavírus é extremamente perigoso. Assim como achar que existe uma solução linear para sair dessa crise. Ou então uma resposta única para se ter sucesso como empreendedor. Ou tentar encontrar uma bala de prata para ter uma carreira de sucesso.

Vivemos em um mundo complexo. Quanto mais cedo você entender isso, mais cedo perceberá que não existem respostas fáceis. E que precisamos, mais do que nunca, de calma, de bons líderes e de ação.

Ver Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Allan Costa
(41) 99878-5055
contato@allancosta.com