A equação da riqueza de Scott Galloway

 / 16.03.2021

Ter foco onde você quer chegar (e focar em ações que podem te levar até lá), colocando sua energia naquilo que você pode controlar, usando o tempo ao seu favor e diversificando seus investimentos para se proteger é um ótimo framework para atingir a riqueza.

Há algumas semanas me deparei com um artigo escrito por Scott Galloway, um dos autores de tecnologia que mais gosto de acompanhar. Galloway tem um estilo próprio de fazer análises sobre mercado e empresas de tecnologia e é o autor do livro Os Quatro: Apple, Amazon, Facebook e Google – O Segredo dos Gigantes da Tecnologia, uma das análises mais originais sobre as big techs.

Em seu artigo, intitulado The Algebra of Wealth, Galloway busca traçar uma fórmula da riqueza. Por mais clickbait que isso possa soar – sabemos o número de influenciadores falando sobre dinheiro, investimentos e riqueza acumulando seguidores em mídia social – a abordagem do autor é diferente e poderosa. Trago aqui não apenas a visão do autor, mas também a minha percepção sobre a equação proposta.

Para Galloway, a Equação da Riqueza seria algo como: Foco x Estoicismo x Tempo x Diversificação = Riqueza. Vamos entrar em cada um desses pontos a seguir, mas antes, é preciso deixar claro que a riqueza pode significar coisas diferentes dependendo de quem você é.

Um milhão de reais pode ser satisfatório para alguns e não para outros. Riqueza pode ter tudo (ou nada) a ver com dinheiro. Mais do que buscar um denominador em comum para o significado da palavra, meu intuito aqui é tratar riqueza como liberdade financeira, isso é: ter uma vida confortável, seja lá o que isso significar para você.

Foco

Pode parecer algo óbvio, mas ter foco em alcançar riqueza é fundamental para efetivamente alcançá-la. Coisas como sorte, inteligência e talento estão fora do nosso controle (falo mais sobre isso abaixo) e, por isso, ter resiliência na perseguição a um objetivo torna-se um diferencial tão grande. Foco, aqui, se refere, por exemplo, à busca por se expor de forma recorrente a situações que podem te gerar grandes retornos no futuro. E não me refiro apenas a retornos financeiros. Por exemplo, algumas das pessoas mais bem-sucedidas que conheço focam bastante em conhecer novas pessoas e em estar sempre buscando conhecer mais sobre novas indústrias, novas tecnologias, novos lugares e assim por diante. Ter esse foco em abrir seu leque de possibilidades é fundamental para o sucesso a longo prazo.

Outro ponto fundamental tem a ver com relacionamentos – família, amigos, sócios. O foco em construir relacionamentos duradouros é uma ferramenta poderosa de ganhos no longo prazo. Relacionamentos também crescem exponencialmente e podem trazem retornos consideráveis ao longo dos anos.

Estoicismo

O Estoicismo é uma escola filosófica que teve dentre seus principais expoentes nomes como Epiteto e Sêneca. De forma simplista, uma das bases do Estoicismo tem a ver com a nossa habilidade em distinguir aquilo que podemos controlar daquilo que não podemos. Quando focamos demais naquilo que não podemos controlar, ficamos mais estressados e, consequentemente, menos felizes. Perceba que aqui não estou falando de levar uma vida apática, agindo apenas passivamente diante dos acontecimentos, mas sim, para prestarmos mais atenção naquilo que podemos, de fato, controlar, para que nossa ação seja mais focada. O fenômeno do day trading é um exemplo de como milhares de pessoas acreditam estar no controle das situações – apenas para descobrir que o mercado é muito mais imprevisível do que elas imaginaram.

Tempo

A terceira variável é o tempo, talvez a mais poderosa de todas. O tempo pode ser nosso maior aliado se focarmos no longo prazo e nosso maior inimigo se focarmos no curto prazo. Promessas de ganho rápido existem desde que o mundo é mundo e vão continuar existindo por um bom tempo. Não se deixe levar por nenhuma delas. Investir na sua educação, fazer networking e buscar uma nova habilidade pode não soar tão importante quando pensamos no curto prazo, mas uma certificação, uma boa rede de contatos e uma nova competência podem se tornar grandes diferenciais com o passar dos anos.

Talvez, o respeito ao tempo seja uma prática que precise de mais foco na atualidade. Dinheiro e posses são coisas que podemos recuperar. O tempo? Jamais. O tempo pode ser nosso maior aliado se soubermos utilizá-lo da forma correta.

Diversificação

Precisamos ter foco em relação ao caminho que queremos seguir, mas quando se trata de investimentos, diversificação é fundamental. A diversificação não é apenas um instrumento para tentar apostar nos ativos certos. É, sobretudo, uma estratégia de sobrevivência. Para buscar a riqueza, o fundamento mais importante é estarmos vivos, com condições para que possamos buscar bons investimentos. Estar dentro do jogo é fundamental. Alguém que investe todos os seus recursos em apenas uma frente está correndo um tremendo risco, já que uma eventual ruptura no mercado poderia levar aquele indivíduo a estar fora do jogo. O primeiro foco deve ser na sobrevivência para depois tentar boas tacadas. O investidor Ken Fisher denota esse pensamento na frase: “Time in the market, not timing the market”. A frase traz a ideia de que o tempo de permanência no mercado é mais importante do que tentar acertar o timing correto de investir em um determinado ativo.

A frase de Fisher, para mim, resume bem não apenas a ideia de investimento, mas de riqueza no geral, estando ligada a todas as variáveis da equação.

Ter foco onde você quer chegar (e focar em ações que podem te levar até lá), colocando sua energia naquilo que você pode controlar, usando o tempo ao seu favor e diversificando seus investimentos para se proteger é um ótimo framework para atingir a riqueza.

Quem me conhece sabe que não acredito em fórmulas mágicas. Contudo, levar em conta esses 4 princípios me parece um ótimo caminho para ter um caminho de prosperidade.

Ver Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Allan Costa
(41) 99878-5055
contato@allancosta.com